22 de set de 2012

Comecei na terapia...


Oi mamães lindas, tudo bom com vocês?

Vim contar uma novidade, resolvi fazer terapia!

"O amor é o ridículo da vida. A gente procura nele uma pureza impossível, uma pureza que está sempre se pondo. A vida veio e me levou com ela. Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraiso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas. Morrer não doi." (Cazuza)

Pois é, depois de alguns anos de resistencia, resolvi aceitar que tem certas coisas que eu não suporto sozinha e que eu definitivamente preciso de ajuda. Sempre achei que esse lance de terapia era coisa de gente fresca, mas olha, confesso que minha vida mudou significativamente...

Claro que, ainda tem muito a ser feito e trabalhado, muitas questões interiores minhas, que tenho muitas cascas a tirar pra chegar lá, porém, tem certas coisas que eu achava que eu jamais mudaria ou superaria e já sinto os efeitos imediatos e diretos disso. Graças a Deus, porque olha, barato não é! rs
Falei com ela sobre o meu blog e as dificuldades que tenho as vezes em mante-lo, as criticas, a visão errada que fazem as vezes e minha terapeuta disse que estou indo no caminho certo, que são essas pessoas que vão me impulsionar a continuar escrevendo.

Tenho várias questões internas sendo trabalhadas, como por exemplo o por quê de eu ter um trabalho tão forte com a humildade e ser taxada de arrogando muitas e muitas vezes. Já tentei mudar meu jeito de ser, pensar mais no que digo, sem mais ponderante. Mas gente, não dá pra fugir a nossa essência. Tem gente que tem mais controle e tem gente que não. Obviamente que eu  mudei pra caramba, aprendi a me controlar mais, porém, aprendi com a terapia que até o controle tem limites, quando você foge demais do que você é, você termina sendo infeliz e se sentindo um mentiroso!!

Gente, é muito louco a forma como me sinto. De repente, tudo que parecia imenso, se torna pequeno, hoje me sinto muito mais conformada com o que não deu certo na minha vida, seja ela em que campo for. Infelizmente, sofro de uma ansiedade tremenda e quando as coisas não saem do jeito que planejo, não consigo lidar com isso. Por ser muito perfeccionista, não aceito quando algo sai errado e fora do que almejo, mesmo sabendo que nem sempre as pessoas vão responder as minhas expectativas.

"Vivo num clipe sem nexo, um pierrot retrocesso, meio bossa-nova e rock and roll!"

Desde que comecei a terapia, ando numa sequencia insana e incansável de escutar Cazuza. Tenho me identificado com suas letras e me vejo muito parecida com ele em alguns pontos, tem letras de músicas que simplesmente nos definem e nos mostram também os caminhos né?

Claro que, demorei pra encontrar um bom profissional, tem que procurar com calma, cuidado e encontrar o melhor profissional, o valor é meio salgado, mas meninas, se vocês sentirem que não dão conta mesmo sozinhas e nem desabafando com aquela amiga que você confia, vale super a pena procurar um profissional!!!

Fica a dica!!

Beijos,

Manú.

Nenhum comentário: