8 de abr de 2010

"Eu quero crer no amor numa boa..."


Olha a introdução do post minha gente.
Bem, por que que eu coloquei isso. Nesses cinco anos em que me tornei mãe ( e solteira), eu tenho tido uma grande dificuldade de me relacionar, da forma homem & mulher. O por que? Muitas vezes eu me perguntei o por que de ser tão dificil e continuar sendo pra mim... Mas o fato é que uma mãe solteira sofre o mesmo tipo de pré-conceito que uma deficiente física ou de qualquer pessoa que não se enquadre no "padrão" da sociedade. O fato, é que pro homem, a mulher que não está junto com o pai de seu filho é porque não presta ( e eu já conheci homem que me disse isso com todas as letras). Para outros tipos de homens, mulher que é mãe e solteira é um caminho mais fácil de chegar aos finalmentes e pra outros tipos, se a mulher é mãe solteira, é porque está procurando um pai pro seu filho. Gente, eu já ouvi e vi foi de tudo nessa vida...

Se eu namorei nesse tempo? Sim, namorei sim, um rapaz legal, tão legal, mas tão legal, que ele terminou comigo pelo telefone, hahahahahhahahaha... Seria trágico se não fosse cômico, mas gente, olha, esse é um tema tão complicado de falar sabe? Quando comecei esse post pensei que seria mais fácil, mas agora que eu comecei a raciocinar sobre tudo é muito difícil.
Eu passei por poucas e muitas e sofri muito com as situações que passei na mão de alguns homens que eu acreditei que valeriam a pena trazer pra perto de mim e da minha vida. Claro que, existem outros tipos de homens, que pra mim, são os piores, os que querem te dar vida de rainha e encher seu filho do bom e do melhor, como se estivessem fazendo uma favor pra gente, claro que, não deve ter intenção disso, mas hoje, pensando bem friamente, é bem isso sim.

Isso pode parecer um post de uma mulher, mãe e solteira que está desacreditada do amor, talvez seja sim, um pouco, não tiro o mérito de tantas mães solteiras que deram sorte e encontraram homens verdadeiros que, de fato, não se pegam nesse pequeno grande detalhe que é ter uma criança no meio de uma história. Mas hoje, eu sou uma pessoa que estou sozinha por opção minha e por simplesmente não querer aceitar qualquer migalha. Eu durante todo esse tempo, me tornei uma pessoa mais segura de mim e do valor que eu tenho e entendi que não posso aceitar qualquer ofertinha de loja em queima de estoque só pra dizer que me encaixo com a sociedade "normal" e adquirir um produto com defeito e cheio de pré-definições.
Eu entendi que eu não preciso ter que escolher entre uma coisa ou outra, eu não preciso escolher entre a minha filha e um homem, o homem que quiser ter um envolvimento comigo, precisa entender que eu tenho uma pessoa na vida e que ela é muito importante e que vão existir momentos que terão que ser dividos juntos.

Se eu acho a idéia de ter uma família linda? Sem dúvidas... e se por achar isso, alguma vez eu cogitei voltar para o pai da minha filha? Trezentas mil vezes ( e quem disser que nunca cogitou, nem que de leve está mentindo), só que infelizmente as coisas não funcionam da forma que a gente pensa e quer. Muitas coisas aconteceram nesses 5 anos de vida da Maria Luiza, eu e o pai dela discutimos muito, nos ofendemos e nos ferimos demais, existem muitas cicatrizes e eu assumo a minha parcela de culpa, não posso simplesmente olhar pra ele e fingir que nada aconteceu.

A algum tempo atrás eu achava que iamos ser só eu e a Maria Luiza pra sempre, mas o fato, é que quando você amadurece, o seu filho cresce e você sente ele mais independente, você sente falta de ter alguém pra dividir um outro tipo de relação, um outro tipo de amor. A coisa de pele sabe? É diferente, amor de filho é incomparável e inigualável mas desse outro tipo de amor a gente precisa sim, pra se sentir bem, amada, bonita, desejada... Com esse papo pode parecer que eu sou uma mãe solteira frustrada, que seja...
Mas se eu falo sobre isso hoje abertamente, sem defesas, é porque eu me sinto segura de quem eu sou, do que eu quero ser e do que eu desejo pra mim vida. E a mensagem que eu estou tentando passar pra vocês colegas mães é que nós temos sim que nos valorizar, que nos amar acima de todas as coisas e a gente não pode aceitar de forma nenhuma qualquer coisa só pra dizer que a gente tem alguém pra chamar de "nosso".

Nada é nosso, nem os nossos filhos são nosso para sempre, a única coisa que é nossa e ninguém vai poder tirar nunca é o nosso amor próprio, a nossa dignidade e os nossos valores. Isso não vem agora, imediatamente, é um exercício diário, acordem todos os dias, mesmo nos dias em que o seu lindinho(a) deu aquele plantão e diga para si mesmo que você é linda, maravilhosa e uma mulher de fibra, que não tem medo dos desafios e das dificuldades da vida e que você merece pra você alguém que valorize a sua garra de vencer e ser feliz... Arrumem os cabelos e façam as unhas mesmo que o seu único destino no final de semana seja a pracinha perto de casa... Você é mãe, você não tá morta e nem doente.

Se amem nos dias que você estiver se odiando... Eu fui do inferno ao céu e hoje eu digo que eu não deixo ninguém me por pra baixo e me colocar numa posição de inferioridade, eu não permito que ninguém tente me fazer infeliz... Se esse homem não pode me fazer feliz da maneira que eu mereço então ele não serve pra mim, eu sou mais, minha vida é muito mais, eu sou uma mulher especial.

#prontodesabafei

Um beijo pra todas vocês e espero ajudar de alguma forma!

Manu.

14 comentários:

dani leão disse...

nossa manu te entendo muito e como rs
é muito difícil mesmo se relacionar novamente , pelo menos pra mim ...eu já tive vários namorados uns sérios uns nem tanto ...mas a verdade q é dificil pq sempre esperamos muito dessa pessoa e nao tem como desvincular da criança ...eu pelo menos o cara tem q ganhar minah filha pra depois me ganahr é fato hipocrisia dizer q não ...quem vai ficar com alguem q nao goste do seu filho ?!já tive tb varias fases de querer voltar pro pai dela ...tentei inumeras vezes tb mas ja nos ferimos tanto q hj acho q ja nao tem volta ....mas naõ perco a esperança de encontrar alguem q me complete afinal eu merecço !rs e acredito q vc tb ! ultimamente com a dudinha crescendo tenho pensado mais nisso ...mas vou vivendo e deixando acontecer !
bjs e me segue tb no blog e no twitter dbfl11

Louise disse...

Adorei seu blog =]

Tbm sou mãe solteira e sei e passo por tudo semelhante a vc, não sei se tive a sorte de encontrar uma outra pessoa, q mesmo sendo novo tem dado atençao, carinho e amor p mim e para minha pequena.

Tive outros relacionamentos anteriormente e é incrivel como mães solteiras são taxadas de mulheres faceis, bem eu nunca vou ser facil, burra já fui qnd era mais nova mas facil, isso não rs

O que devemos fazer é nunca desistir, nem todos os homens são iguais e nem todos vão querer machucar agente. Então vamos tentar ser felizes cada dia de nossas vidas e em primeiro lugar sermos felizes sozinhas :D
Boa Sorte!

Simone Collet disse...

Ei !!! Já adicionei vc no twitter tá! me acompanha lá tb. Adorei esse post! SUPER DESABAFO! muito parecido com os meus desabafos em apenas 1 ano da Bia. IMAGINAAAA q ainda tednho 4 pra alcançar vc hihihihihi!! Tb acredito num amor d verdade, numa familia linda e unida como a minha.. mas, como sempre tem um MAS.. MAS a vida não é um sonho né dona Simone, ai eu acordo!! vou linkar seu post no meu blog pq adorei mesmo.. bjinhos

Bailarina,Sapateadora,professora e coreógrafa! disse...

Olha que lindaaassss, valeu pelo comentários meninas. O que tento mostrar nesse post é que está em nós o poder de fazer acontecer algo bom com a gente.
Beijão

Ananda Cavalcanti disse...

Oi Manu, eu encontrei seu blog pelo da Si collet. Então, li tudinho.. e entendo vc, também sou mãe solteira, mas acho que tem algumas coisas que dependem da sua visão, em relação ao cara e a situação, que me parece que vc mesma tem 'medo' de que o cara esteja tratando a sua filha bem demais por obrigação e não por prazer, sabe? eu só tive um namorado depois que a minha filha nasceu, e qnd terminou ele me disse que era pq eu tinha filha.. hahahaha.. eu fiquei obviamente chateada, mas convenhamos? ele não queria estar comigo e a minha filha não tinha nada haver com isso. Anyway, depois de um tempo ele veio me pedir perdão e dizer o q eu já sabia: olha, sua filha nao tem e nunca teve nada haver com isso, o problema é meu.. acabei voltando com ele, mas deu uma semana e eu percebi que ele era pouco demais para mim e para ela, apesar dele ser looooouco por ela, babar, e encher ela de dengo. Sei que é difícil encontrar alguém para amar, principalmente pq depois que temos filho qualquer um vira realmente qualquer um, e não nos interessa.. então, quem está perdendo ao meu ver são as pessoas que por não encararem a vida como nós encaramos, se contentam com qualquer pessoa a qualquer custo, pelo simples fato de não conseguirem ser felizes sozinhos. E como nós nunca estamos sozinhas.. somos felizes mesmo sem homem!
Um beijooo..

Ananda
(que escreve demais hahaha)

mulheresdocoveiro disse...

Manu, se posso charma-te assim ; )
Olha, eu passei muito tempo sofrendo, porque o pai da minha filha dizia assim: Agora q vc tem uma filha ninguem vai te querer".. e vivia me botando pra baixo, me jogando as tracas e fazendo o inferno na minha vida - pq ele foi ausente na gravidez toda, e qdo ela nasceu se aproximou de mim de medo de dar pensao. eu estava fragilizada e emocionalmente abalada e deixei ele chegar acreditando q de repente tudo seria diferente, mas nao foi. Foi um jogo de poder, e jogo de chantagem para me manter sobre controle sem amor.. e eu sempre me senti uma mae solteira. sempre. Ele nunca foi presente realmente na vida de nossa filha. Entao.. qdo eu ja estava jogando a toalha e cansada de ouvir.. sorry, nao posso me relaciionar com vc pq vc tem filha.. sorry, eu nao sei ainda..
eu cheguei a pensar em ter um namoro, para partilhar com alguem e sei la, sem q a minha filha tivesse contato com a pessoa.. mas por outro lado eu nao queria alguem so pra "pegacao"
eu queria alguem de verdade pra dividir.

Essa pessoa veio, (nos meus posts do comeco do blog eu escrevi sobre isso) e veio de uma forma que abracou a causa, verdadeiramente
sim, pq tambem pensei como vc q nao queria alguem pra sustentar a mim e a ela por eu ser mae solteira ..
Ele chegou e entrou na minha vida e amou a nos duas. Se responsabilizou financeiramente por nos duas, muito mais do q o proprio pai fazia. E mais do que isso, vivi um casamento a distancia por quase 3 anos, enquanto o pai dela endiabrou e decidiu ser pai e travou uma batalha judicial comigo para q eu nao levasse ela para outro pais.

O final disso?
Conhece aquela frase? O amor sabe esperar? O amor entra sem machucar?
Ele esperou, pacientemente sem NUNCA dizer, ou eu , ou a sua filha.. esperou em outro continentem casado, sem a esposa. E hoje, a seis meses estamos nos tres vivendo juntos.

eu acredito no Amor Manu, e acredito q todo mundo nessa vida tem um amor para se viver. E esta certo qdo dizes para manter seu valor, pq e assim, mas olha, creia.. creia pq uma hora a pessoa certa ira entrar no seu caminho.

Continuo te seguindo, boa semana pra vcs.

Anônimo disse...

Gostei mto do q vc falou! conseguiu decifrar grande parte das coisas que uma mãesolteira sente!
O seu texto me fez perceber q eu na sou a unica q passa por isso...
Parabéns e obrigada!

wivirkins disse...

Olá, eu estou gostando de uma amiga que també é mãe solteira, e o fato dela ter um filhinho jamais me encomoda ou encomdará, eu somente não sei como chegar nela e falar o que sinto. Estou disposto a ficar com ela, mas ao mesmo tempo tenho medo do que ela pode achar de mim, pois não estou na melhor fase financeira minha. Vc pode dar-me uma dica. Tenho 27 anos e ela tem 29.

mary disse...

OLÁ BOM DIA JU...ENTREI NO SEU BLOG
POIS ESTAVA PROCURANDO ALGO PRA LER
SO QUAL ME DESSE CORAGEM....POIS ACABO DE DESCOBRIR QUE VOU SER MAMÃE
E PELO VISTO SOLTERA...E ESTOU UM POUCO COM MEDO DE CONTA PRA MINHA MÃE
MAS SEM DUVIDA MUITO FELIZ....GOSTEI DE MAIS DO SEU BLOG...E DA SUA HISTORIA....NOS FAZ SENTIR MENOS SOZINHA APESAR DE SABER QUE MÃE SOLTERA TEM DE PENCA...KKKKK E PENSO COMIGO QUE MIL VESES SER MAE SOLTEIRA DO SER COVARDE DE TIRAR DE FORMA PREMEDITADA...EM FIM SUA HISTORIA E LINDA E ME FEZ PERDER O MEDO DE CONTAR PRA MINHA MÃE....BJSS UM FORTE ABRAÇO QUE PAPAI DO CÉU CAMINHE SEMPRE CPM VOCÊ....

maria cristina da silva disse...

todos esses comentários são maravilhosos e o que é pior são extremamente verdadeiros sou mae solteira e sei o quando sofremos para ter um relacionamento sério ,é como se fosse-mos excluídas do mundo maravilhoso do amor verdadeiro mas os homens não estão notando que cada vez mais eles estão deixando para traz mulheres de verdade e que são realmente capazes de faze-los felizes...

Paty disse...

Concordo com vc, pois estou passando por um momento de alegria e de sofrimento, pois estou gravida de gemeos, na verdade ganho eles esta semana, estava namorando durante 4 anos e ele acabou tudo, aí descobri que ele estava me traindo, mas nega sempre, depois que terminamos eu descobri que estava gravida, houve uma certa aproximação mas depois ele se afastou de mim, sua mae não quer que voltamos, uma pessoA que me tratou nestes 4 anos como mãe, fico muito triste pelo oque estou passando, ele nao ta nem ai, vem aqui quando tem que me trazer alguma coisa, ou me levar no médico, me pergunto ele esqueceu estes 4 anos de relacionamento, A guria que ele me traiu, nao quer nada com um cara que vai ser pai, então ele levou um fora dela, e eu como fico, carregando dois nenes sozinha, se tiverem alguma coisa a me falar fique a vontade !! bjus paty

Emanuella Julião disse...

Olá meninaaaaasss...

Me desculpem a demora em responder vocês viu? Mas andei meio atrapalhada com a moderação dos comentários, mas agora está tudo resolvido!!!!!

Agradeço a opinião de vocês e se alguma de vcs quiser conversar mais, podem me escrevem um email tá???

Desejo sorte e muuuitaaa paciência garotas, isso é só o início!

Beijos

Anônimo disse...

Adoreeeeeeeei demais!!!!!!
nossa me sinto uma outra pessoa,você é demais,obrigado por tudo que eu li,você me ajudou,vou pensar em tudo isso,vou criar meus filhos com mais amor,esquecer meu marido que mora em canoas,e ser muito feliz!!!!!!!!!!!!
@gaabuenoo
mostrei para as minhas amigas e elas estão muito melhor agora,elas agradecem demais!!!!
@fernandalimaa9
@judirty_

Emanuella Julião disse...

Olá @gaabueno @fernandalimaa9 e @judirty..

Que bom que pude ajudá-las de alguma forma!! Precisando é só falar!!!!!

Já estou seguindo vocês no twitter!!!
Beijo