25 de jan de 2012

A QUARTA-FEIRA É POR SUA CONTA!!!

Olá meninas!! Como estão todas?

Bem, como eu havia proposto. esse post foi feito baseado num tema opinado por vocês. O tema de hoje, foi sugerido por uma leitora, de 25 anos e que tem uma linda filhinha de 2 anos! Infelizmente ela não se identificou, mas não tem problema!! Vamos lá!

O tema sugerido foi: "SEXO. Como lidar com a insegurança causada por uma gravidez que não havia sido planejada? Como conseguir ter uma vida saudável tem ter o medo de que qualquer acidente aconteça novamente"


Bem amiga, essa questão do sexo também foi muito complicada pra mim... Eu demorei em me aceitar nessa nova condição, eu demorei em aceitar o meu novo corpo e todas as marcas que a gravidez nos traz. Por muito tempo, eu acreditei que homem que se aproxima de uma mulher que é mãe solteira, é pra ter sexo fácil! Algumas vezes é sim, mas na maioria das vezes não. Hoje, eu acredito que você é vista da forma que você se olha.
Se você se olha insegura, com medo e dependente do que "vão achar" de você, as pessoas vão te olhar dessa mesma forma.

Foi aí que passei a usar isso a meu favor. Eu aprendi a me amar, me valorizo e não deixo ninguém me olhar de uma forma destorcida. Claro que, isso vem com o tempo. Você não vai acordar um dia e dizer que você mudou, tudo são fases querida, eu sofri bastante pra chegar onde eu estou, nessa posição de escrever pelo que eu passei. Mas tem que partir de você.

Se você não se sente pronta, se sente insegura para entrar numa relação, então não entre. Por mais que tenha a questão da carência (que a gente sabe que tem), a questão de querer estar com alguém. Se essa questão ainda não está resolvida na sua cabeça, então não arrisque.Porque esses medos de que alguma coisa dê errado, o remédio não funcione existem mesmo, em mim também, e muito. Mas se você se previne, não existe risco algúm, vá sempre ao seu médico. Mas acredito eu, por experiência própria, que isso vem muito do medo de, de repente se vê novamente na mesma situação e sozinha. É normal, portanto, se dê esse tempo sozinha, se estude, se analise, procure ver quais são as suas inseguranças, seus medos, onde você vai encaixar a sua filha nisso tudo.

Pra mim, foram três anos e eu não me arrependo de nada. Hoje, eu posso dizer que independente de estar "solteira", eu tenho uma vida sexual plena e tranquila, sem encanações, sem inseguranças, confiante em mim, no meu corpo e principalmente, confiante na minha cabeça (que é o que mais importa). Hoje, a grande maioria dos homens ( quando eu falo homens, falo HOMENS DE VERDADE tá?), não me enxergam como Emanuela - Mãe Solteira de Maria Luíza.
Não! Eles me olham como Emanuela, mulher, bonita, inteligente, trabalhadora, digna de se conhecer e se envolver. E ah! Tem uma filhinha também! Entende o que eu quero dizer Flor? Espero que sim!!!

Bem, acho que tá bom por aqui né? Se você que opinou esse tema, tiver mais alguma dúvida, não se acanhe de comentar, de me mandar um email.

E vocês meninas?! Contem suas experiências, me mandem sugestões de temas!!

Um beijão,

Manu.

3 comentários:

Juliana Julien disse...

Que linda!!! Estava olhando seu blog, também vou ser mãe solteira, estou de 5 meses, e meu parceiro que era meu amigo a 10 anos e namorado nos ultimos 2 me deixou com a Maria Luiza (sua filha também se chama assim né!) A minha também vai se chamar...minha Malu, minha alegria, por ela estou procurando um novo recomeço na vida! é bom ver outras experiencias...dificil é né! Mas nada é impossivel para quem tem fé!

Anônimo disse...

Olá Emanuela,

Encontrei seu blog e me encantei com tudo! Me adimirei bastante com a sua força, determinação e por querer ajudar outras mães que passam por momentos dificeis.

Meu nome é Solange, tenho um lindo bebê de 9 meses, o seu nome é Roberto.
Engravdei dele aos 22 anos.

Antes de engravidar eu namorava a 2 anos com um rapaz que eu amava muito, o que acontecia, era que ele não me dava muita atenção. Acabamos dando um tempo e eu saí com uma outra pessoa. Nessa saida engravidei do meu bebe, porem so descobri isso quando eu já não estava mas com ele, eu ja estava me reaproximando do meu ex namorado. Ele não quis mais depois que soube e acabei ficando sozinha durante toda minha gravidez e até hoje.
COninuo amando demais o meu ex, e tenho raiva do pai de meu filho pois alem de achar que só me atrapalhou, ele não é um bom pai!!!

Não sei mais o que fazer e não consigo me relacionar com mas ninguém. O que faço para reconquistar meu ex?

Me ajude! Sol

Graziela Sales disse...

Oi amiga,
Muito bom o seu post, a mulher precisa se valorizar e saber que tem forças para enfrentar qualquer situação, mesmo que seja sozinha.
Estou te seguindo e espero sua visita.
beijos
http://maede4princesas.blogspot.com.br