8 de mai de 2010

"Sou eu que vou seguir você do rabisco a be a bá"


Pra começar um: Feliz dia das mães minhas mamães mais do que queridas!!! Desejo a vocês cada dia mais força, determinação, perseverança e muito, muito amor pra dar pra os seus pimpolhos(as).

Que dia feliz esse né? Apesar de acreditar que dia da mãe é todo dia MESMO, o dia das mães é de fato pra mim um dia muito feliz!!! Quando a gente é filha não entende muito bem isso mas só sendo mãe pra saber o quanto esse dia significa muito, como cada pequeno artesanato meio troncho que nossos filhos fazem na escola e nos entregam com tanto amor significa mais do que um belo diamante, só sendo mãe pra entender todo esse universo.

Mas eu acredito que o dia das mães é o dia de Maria Luiza, como posso agradecer a Deus por essa maravilha que ele me deu? Como posso agradecer ao pai dela por ter me dado esse super presente? Como odiar alguém que me deu essa jóia tão preciosa? Achei por muito tempo que era possivel sentir raiva dele, mas quando olho pra essa boneca do meu lado eu vejo que o maior bem que ele me fez está aqui ao meu lado, rindo pra mim e me amando de forma incondicional.

O dia é dela, porque graças a ela eu sou uma pessoa melhor, eu sou uma pessoa consciente da necessidade do próximo e consciente de que a mulher está no mundo pra cumprir uma missão divina. Não faço nada com tanto amor como o difícil e glorioso ofício de ser mãe e ser mãe da Maria Luiza é muito, muito bom. Hoje, eu só oro a Deus que ele me dê muita vida pra ver ela crescer e construir um lindo futuro de muito amor e sorte. Falar dela me emociona muito e eu já estou chorando rios de lágrimas... Eu sou mãe, eu posso sentir esse avalanche de emoções.

Quero desejar a vocês mães e amigas aqui do blog, que vocês sintam as mesmas coisas que eu sinto com os seus filhos, que vocês tenham um dia das mães maravilhoso ao lado dos filhos de vocês e que todos os dias vocês abram os olhos e lembrem que não importa o que aconteceu e o que passou, por seu filho, sempre vai valer a pena.

Um beijo.

Manu.

Nenhum comentário: